SUSTENTABILIDADE

A MTI propõe-se desenvolver e estruturar todo o processo produtivo subordinado ao princípio da ecoeficiência, ou seja, "produzir mais e melhor com menos".

 

Por meio de acções, programas e metas para cada área da produção, a MTI irá canalizar esforços para que a exploração das Minas de Ferro de Moncorvo

se torne um modelo de eficiência, visão de futuro e sustentabilidade.

  • Cumprimento dos regulamentos, normas e recomendações ambientais;
  • Minimização dos impactes ambiental e paisagístico;
  • Recirculação e reutilização da água;

  • Controle rígido da emissão de partículas, ruído e vibrações;
  • Utilização de equipamentos industriais e sistemas de transporte com o mínimo impacte ambiental;
  • Estudos para o aproveitamento integral dos recursos, incluindo os subprodutos e rejeitados.

RESPONSABILIDADE SOCIAL

O projecto de exploração de ferro de Moncorvo será implementado integrando princípios de desenvolvimento sustentável nos processos de tomada de decisão e integrará todas as recomendações que resultarem da Declaração de Impacte Ambiental emitida pelas autoridades competentes.

Assim, e para além daquilo que decorre das boas práticas nacionais e internacionais e da legislação em vigor para os projectos de exploração mineira, a MTI está empenhada em:

- Contribuir para o desenvolvimento social, económico e institucional das regiões onde desenvolve a sua atividade;

- Promover relações transparentes com as comunidades das regiões onde o projecto se desenvolve, suportadas por acções regulares de comunicação;

- Promover os usos e costumes nas relações com as comunidades locais;

- Implementar processos de melhoria contínua de desempenho nas áreas da saúde e segurança;

- Implementar processos de melhoria contínua do desempenho ambiental;

- Contribuir para a preservação da biodiversidade nas regiões onde o projecto se desenvolve;

- Facilitar e promover princípios de responsabilidade na utilização, reutilização e reciclagem dos seus produtos.

 

Para assegurar uma relação edificante com as comunidades estabelecidas no interior e na envolvente próxima da área concessionada, a MTI desenvolverá normas para:

- Prevenir e minimizar os impactes adversos das operações e actividades mineiras na vizinhança das áreas intervencionadas;

- Mitigar os impactos sociais negativos sobre as comunidades induzidos pela utilização de mão-de-obra contratada para o desenvolvimento de trabalhos temporários;

- Definir mecanismos para a atribuição de indemnizações justas e razoáveis por eventuais danos sobre colheitas, árvores ou estruturas construídas;

- Permitir aos titulares dos direitos de superfície e proprietários a utilização de terrenos e acessos dentro da área concessionada, desde que essa utilização e acessos não sejam inseguros nem interfiram com as operações mineiras;

- Recuperar paisagisticamente e reconverter para novos usos as áreas que forem afectadas pelas operações mineiras.